Limpeza do Esgoto da Cidade

Relatório da missão.
Escrito por  Iguana Holmes, em segunda missão. [20/06/2019]

Missão Realizada: Averiguar esgotos.

Trupe / Integrantes do grupo:

-Iguana Holmes, Cartógrafo Real.

-Gregory Cryf, Ferreiro [e Cartógrafo Aprendiz].
-Cornelius, Professor Arcano.

tempo total da missão: menos de 1 dia. (menos de 4 horas, presumo)

 Resumo dos acontecimentos:
Tendo em vista, o mapa em anexo.


sala 1 – Escorrimento presente. Fungos fluorescentes (recolhido amostras pra reprodução e iluminação laboratorial)

sala 2 – Primeiros níveis de decomposição nas paredes. Escorrimento presente.

sala 3 – ex-quarto, cama destruída a machadas, para virar lenha na sala 5.
sala 4 – Fechaduras desgastadas, não originais, já foram trocadas antes. Escorrimento presente.

Sala 5 – cadeado bom no local, recente. Sala com guarita, estratégica para proteger de invasão vinda do bairro sacerdotal.
Sala 6 – nada. nada digno de nota.

Sala 7 – portas sem sala. Usando o tijolo certo (localizado na sala 5), na rachadura certa, a porta mágica aparece. O click é um barulho de sucção, similar a lanças passando por corredores em sistemas de segurança. Uma das portas sem sala, ao Norte agora é transponível. A sala 7 revela um caminho secreto para o segundo documento: Covil Goblin.
Com isso, finalizo o relatório de Averiguação dos Esgotos.

Total de inimigos abatidos: 1 rato.
Mapas: atualizado da região percorrida. Conforme em Anexo acima.
extra: É possível fazer placas indicativas. + Contrato do grupo.

Relatório da missão.
Escrito por  Iguana Holmes, em segunda missão, segunda parte. [20/06/2019]

Missão Realizada: O Secreto Covil Goblin.

Trupe / Integrantes do grupo:

-Iguana Holmes, Cartógrafo Real.

-Gregory Cryf, Ferreiro [e Cartógrafo Aprendiz].
-Cornelius, Professor Arcano.

tempo total da missão: menos de 1 dia. (menos de 6 horas, presumo)

Resumo dos acontecimentos:
Para melhor entendimento, é sugerido ler primeiro a “Missão Realizada: Averiguar esgotos.” Ja que os acontecimentos a seguir, derivam da descoberta de uma passagem secreta, pelo esgoto.

Tendo em vista, os mapas em anexo.
.

 

Na sala 7 do mapa do esgoto, ao usar a pedra certa, na rachadura certa. Abre-se o transpassar da ilusão da porta ao Norte.
*Spoilers a frente* Reproduzo a instrução dada aos reforços solicitados, após concluirmos o tamanho da ameaça encontrada.

Na sala 7:

  • Parede tem um tijolo-chave  mantenha-o ali para acessar a porta secreta.

  • A porta secreta contém ilusão, agora passável.

  • Ao passar a porta, ande de costas, olhando a porta que entrou. A alavanca será vista.

  • Se andar de frente  será um corredor interminável, efeito de uma discreta magia de teleporte.

  • Ao puxar a alavanca, o teleporte sai de cena, revelando uma passagem ao covil.

  • Bem vindo a uma nova exploração.

A sala tem um teleporte, que faz a ida ser recorrente, um corredor infinito. Um bom local para defender, contra quem desconhece a mecânica do corredor.
Quando puxado a alavanca, quem estiver no dormitório menor (primeira sala explorada), tem a porta secreta fechada novamente. Quem estiver no corredor magico, volta ao looping do corredor infinito.

A exploração foi silenciosa, permitindo ao grupo manter sigilo de sua presença. Sons foram ouvidos na sala 1 e 2. Esperamos se distanciar para exploração. Escolha assertiva para otimizar a futura emboscada.
Sala 1 – Dormitório menor. três camas, goblins usaram recentemente. Destaque as portas secretas, primor alcançado pelos anões.
Sala 2 – Dormitório maior. 10 camas, muita poeira acumulada, traços de usos goblins recentes.
Sala 3 – sem destaque.
Sala 4 – totens. há 3 totens goblins aqui. Optamos por não mexer, a fim de manter o anonimato.

Sala 5 – sem destaque.
Sala 6 – Canil em construção.
Sala 7 – labirinto. Sem destaque.
Sala 8 – cozinha goblin.
Sala 9 – hall para a porta secreta.
Sala 10 – porta secreta, para sala 1. Primor da arquitetura Anã.
Sala 11 – Corredor. Sem destaque.
Sala 12 – Acesso a Cela reforçada. Vazia.
Sala 13 – Sala das Armas. Identificado a retirada recente de armamento para 50 goblins.
Sala 14 – corredor nordeste. Sem destaque.
Sala 15 – Sala de alvenaria. Dois corredores rústicos feitos na arquitetura mais recente.
Sala 16 – Hall de entrada. Escada vertical. Queda mortal. Saída e entrada do Covil.

Saída/entrada – anexa a sala 16, um goblin de sentinela, na parte terreá. Não nos notou.

Barulhos e pegadas:
+3 goblin sala 1.

+10 goblin sala 2.

+1 com pegadas peculiar (chefe, talvez)

As pegadas variam entre pegadas similar a goblin “locais”, e goblin equipados. Como visto na missão “Resgate do pequeno Viktor”.

Anexo – carta solicitando reforço, entregue pelo Salim Jr. A guilda:

“Querida guilda,

Achamos dormitórios de goblins.

Uma sala com 3 camas, goblin.

Segunda sala com 10 camas, goblins.

Seguindo as pegadas, nota-se pegadas similares entre os goblins locais, menos equipados. É goblins melhor equipados.

Uma das pegadas ganha destaque, parecendo peculiar (Seria um chefe?).

Testemunhamos a presença de 3 deles, auditivamente.

O local e usufruído com frequência.

Se não voltarmos…
É evidencia que a ameaça aqui encontrada é de maior Valia.

Reforços são bem vindos.

Sinceramente,
Iguana Holmes, Cartógrafo Real.

 

 Segue as mecânicas para a localização das salas, junto ao mapa rascunhado.

 

Na sala 7:

  • Parede tem um tijolo-chave  mantenha-o ali para acessar a porta secreta.

  • A porta secreta contém ilusão, agora passável.

  • Ao passar a porta, ande de costas, olhando a porta que entrou. A alavanca será vista.

  • Se andar de frente  será um corredor interminável, efeito de uma discreta magia de teleporte.

  • Ao puxar a alavanca, o teleporte sai de cena, revelando uma passagem ao covil.

  • Bem vindo a uma nova exploração. “

 O covil:

Relembrando que há o mapa em anexo.

-Na sala de armas, identificamos a retirada de:

– 15 lanças

– 15 espadas

– 15 escudos

– 20 machados

-Dados que indicam um potencial exército goblin. De 50 armados.

-Há possibilidade de mais alguns goblins para patrulha é trabalhos braçais, estima-se +10.

-Na sala dos três totens, evidencia uma liderança religiosa. Potencialmente o goblin sacerdotal, que já é procurado por contrato aberto.

-13 padrões de pegada confirmado.

-1 padrão de pegada diferenciado (Potencial sacerdote goblin)

-A única entrada não secreta é por um acesso em escada vertical.

-o canil é uma adaptação recente, ainda sem traços de uso. Potencial túnel deve estar nas proximidades, já que montarias não desceriam a escada vertical.

-o sentinela no térreo, a saída não secreta, tem posição privilegiada para proteger o covil, difícil de visualizar por quem vem de fora pelo térreo.

-flutuação no espaço/tempo. o espaço percorrido no subsolo (covil), não corresponde à noção de distância ao nível térreo. Ao sair pro térreo, a distância percorrida parecia maior que o caminhado.

-Há uma sala secreta próxima ao dormitório menor, pode ser usado para emboscada e quebra da potencial defesa goblin. Boa para flanquear.

-Há uma cela pequena, bem reforçada no covil. Pode ser usada como um “cômodo de pânico” com pouca adaptação.

 Apos encontro com os Reforços, Sven, Felix, Flint e Susana. Eles foram atualizados de nossas descobertas (expressas neste documento), um plano de emboscada foi lapidado. Optamos por manter o sigilo, observando silenciosamente, até a sincronia de contra-medidas serem orquestradas.
A ameaça desvelada definitivamente não é porcelana.
Urgência é sugerida aos Poderes que Valem.

extra: contrato da trupe