Guilda

O mundo foi desenvolvido visando jogadores que não possuem muito tempo para realizar uma campanha, o jogo se baseia inteiramente em missões, essas são missões de uma unica sessão com início meio e fim nela.

A cada quinzena são postadas as missões para os aventureiros resolverem de várias formas possíveis, cada missão tem uma categoria que vai de porcelana a adamantium, e a quantidade mínima de integrantes para essa missão, ao termino de cada missão os jogadores são recompensados com o XP dos obstáculos e da conclusão da missão, caso o personagem realize um relatório da missão recebe XP adicional e maior visibilidade na guilda

A cidade principal do jogo, onde a guilda de aventureiros fica, tem uma história interessante de seu nome, uma das primeiras missões, o personagem queria uma cópia do pedido carimbado pela Guilda para ele armazenar em seus relatórios pessoais, fiquei a pensar como passar isso realmente para o papel e ter uma lembrança, lembrei do sinete do meu casamento e as iniciais minha e da minha esposa DH, por falta de imaginação ou similar a partir desse momento a cidade que tinha outro nome que não me lembro passou a se chamar Davis Hamburgo devido a esse relatório de missão.

Bom como muitos aqui não tem tempo para uma campanha pensei em algo que fosse possível jogar de vez em quando, quando aparecer uma brecha nas agendas e fazer uma aventura de uma sessão onde podem escolher exatamente o que querem fazer como exploração (curti muito os esgotos e a única batalha que teve foi do gato com o rato), matar monstros passear por locais agradáveis de puro verde, essas coisas, a meta do mundo era exatamente isso, jogadores escolher o que querem fazer, então vamos a criação dele;

por que o mundo precisa de uma guilda e não pode ser atendido pelos senhores feudais e lordes das regiões, hummmm, já sei demônios, mas que caralhos esses demônios têm a ver, a vamos dar ao mundo a batalha dos deuses (clichê como todo bom panteão) os velhos e os novos (ahh Zeus e Cronos) mas aqui não, aqui é cthulhu (cada uma tem sua pronúncia e escrita então vai ser essa que uso, vocês podem colocar a de vcs rsrsrsr) e com a queda dos antigos deuses veio a maldição lançada por eles, os demônios, a cada 25 anos um novo lorde demônio nasce em uma parte do mundo, mas e aí por que a guilda e não os castelos e fortes para proteção, no começo era, mas com o tempo não bastou precisa de mais opções mais formas de batalhas e as vezes um pequeno grupo seleto e exclusivo conseguia algo que o exército não podia, foi então criada a primeira guilda na capital *Cronus* voltada exclusivamente a enviar pequenos grupos para obterem informações sobre o paradeiro dos demônios, o processo foi bom e com o tempo foi crescendo e passou a não apenas os demônios e sim a cuidar das vizinhanças como forma de aprimorar os membros da guilda, o sistema foi crescendo e começou a criar guildas em locais estratégicos, normalmente pequenas vilas em pontos do mundo, a coisa cresceu agora os grandes exércitos existem em algumas poucas cidades, e nos grandes castelos e fortes do mundo, certo entendi a parte da guilda mas e o resto, ahh precisamos complicar alguma coisa então vamos complicar a vida dos moradores do mundo, sempre que um lorde demônio morre, quem o mata ganha fama e dinheiro e de brinde uma maldição, hoje temos 2 amaldiçoados no mundo talvez o pior dos casos desde o início dessas batalhas.

Sistema usado

Inicialmente o sistema que foi usado era o Old Dragon, um sistema muito bom, mas as temáticas do mundo baseado em missões e similares, tivemos problema relacionado ao recesso dos personagens e outras coisas, os jogadores sentiram falta da parte de pericias e queriam algo mais complexo e com mais regras e com isso veio o Pathfinder2 que iremos mudar nas próximas missões, ele foi escolhido para preencher as lacunas que o estilo de jogo precisava